Início Smartphones Xiaomi afirma que carregamento rápido de 200 W não prejudica a saúde...

Xiaomi afirma que carregamento rápido de 200 W não prejudica a saúde das baterias

De acordo com a Xiaomi, a bateria perde 20% de capacidade após cerca de 800 ciclos de carga e descarga

No mês passado, a Xiaomi apresentou a tecnologia de carregamento rápido HyperCharge, que conta com potência de 200 W e promete carregar uma bateria de 4.000 mAh em oito minutos. Apesar de ser um avanço bastante bem-vindo, sua existência despertou a preocupação de algumas pessoas – principalmente sobre o impacto dessa carga na bateria a longo prazo.

Em um evento de perguntas e respostas em sua página do Weibo, a Xiaomi respondeu que os usuários não devem se preocupar, já que uma bateria pode perder cerca de 20% de sua capacidade após 800 ciclos de carga e descarga usando a tecnologia de 200 W.

Isso quer dizer que, se considerarmos uma bateria de 5.000 mAh, sua capacidade será diminuída para cerca de 4.000 mAh após dois anos de carregamento usando os 200 W.

A Xiaomi revela que o impacto da tecnologia HyperCharge na integridade da bateria segue o padrão regulatório chinês para degradação desses dispositivos. Atualmente, a China exige que as baterias dos smartphones continuem com pelo menos 60% de sua capacidade nominal após 400 ciclos.

A Oppo, e seu sistema de carregamento que oferece 125 W, conta com impacto semelhante na integridade da bateria. A tecnologia degrada a bateria em 20% após 800 ciclos completos de carga e descarga.

Apesar de minimizar o efeito de sua tecnologia de 200 W na saúde de seus dispositivos, a Xiaomi não lança um aparelho com capacidade de carregamento maior que 100 W desde o Mi Ultra 10. Há rumores de que a companhia vai disponibilizar um novo topo de linha com câmera selfie sob a tela ainda este ano. No entanto, ainda não está claro se o dispositivo suportará carregamento rápido de 200 W.

Via: Android Central

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES