Início Softwares 7 programas gratuitos para modelagem 3D

7 programas gratuitos para modelagem 3D

Do nível introdutório ao avançado, confira alguns dos mais conhecidos programas de modelagem 3D e renderização!

A modelagem 3D alcança os mais diversos públicos atualmente, indo desde aplicações voltadas ao entretenimento até profissionais que precisam planejar peças detalhadas para protótipos e produtos. Devido à grande demanda, há um vasto catálogo de softwares disponíveis.

Unimos aqui uma seleção de apps para modelagem 3D gratuitos para atender a várias necessidades. Talvez você já conheça alguns, mas sabe como eles se diferenciam dos demais e qual é o melhor para aprender a modelar? Qual é a alternativa ideal para seu uso?

1. 3DTin

Programa 3DTin de Modelagem 3D
(Fonte: 3DTin/Reprodução)

Ideal para uma primeira experiência em modelagem 3D, o 3DTin é baseado em navegador e criado para iniciantes em modelagem nos primeiros contatos com esse tipo de software. Ele compartilha características com TinkerCAD e 3D Slash, embora não conte com muita profundidade e não dê uma experiência muito rica.

Usá-lo é uma tarefa simples e prática. Basta entrar no link do 3DTin e se certificar de ter a API JavaScript WebGL para apresentar o conteúdo. Lá são apresentadas algumas formas e objetos geométricos básicos e todo o modelo pode ser salvo na biblioteca do 3DTin sob licença Creative Commons.

Pode ser utilizado como extensão do Google Chrome, baixando o 3DTin da loja oficial de extensões.

2. TinkerCAD

Outra ferramenta voltada para iniciantes é o TinkerCAD, um programa gratuito criado pela Autodesk, responsável pelo caríssimo AutoCAD, que apresenta as primeiras noções de modelagem 3D. Sua interface é amigável, com poucos elementos na tela e recheada de ferramentas educacionais com proposta didática.

Tinkercad Modelagem 3D
(Fonte: TinkerCAD/Reprodução)

Todo o trabalho é gerado com figuras primitivas e pode ser feito direto do navegador, podendo rotacionar figuras, mover, escalonar cada item e montar modelos. Também é possível projetar e programar montagens eletrônicas com um recurso chamado Codeblocks, que cria objetos 3D a partir de linhas de código. Basta acessar a página do TinkerCAD e experimentar.

3. Vectary

Autoproclamada “a mais fácil ferramenta online de design 3D”, Vectary é um software online baseado em navegador de muito fácil aprendizado, mas voltado para profissionais já com algum tipo de conhecimento em modelagem tridimensional.

Programa Vectary de Modelagem 3D
(Fonte: Vectary/Reprodução)

Tem capacidade de modelagem 3D, renderização de imagens em tempo real e realidade aumentada elaborada por designers e makers com carreira em design gráfico e desenvolvimento de produtos, então pode atender a algumas necessidades pontuais nesses cenários; ainda assim, qualquer pessoa interessada em modelagens 2D e 3D pode tentar criar com ele.

Seu uso é simples e trabalha com interfaces baseada em “arrastar e soltar”, com uma biblioteca de primitivos e figuras mais complexas. Além disso, os usuários podem explorar elementos pré-renderizados, como tipografias 3D, pacotes de design e outras variedades da web.

Agora a parte chata: na versão gratuita há um limite de projetos para criar, e todos são carimbados com uma marca d’água nada agradável para projetos mais sérios. Para se livrar da marcação e das limitações, basta assinar a versão premium, que custa US$ 25 mensais. Para conferir, é só entrar no site oficial do Vectary.

Leia também: Por que você precisa imprimir suas ideias com uma impressora 3D?

4. Meshmixer

Outra interessante criação gratuita da Autodesk é o Meshmixer, um programa de modelagem 3D simples que dá um passo a mais na direção de apps mais complexos. Ele permite manipular, acrescentar, combinar e misturar modelos de forma bastante simples e pode atender a várias necessidades pontuais, sendo considerado uma ferramenta versátil.

Programa Meshmixer de Modelagem 3D
(Fonte: Printlab/Reprodução)

É interessante para iniciantes, embora não seja tão amigável quanto os programas anteriores. Ainda assim, seu uso é prático e de fácil entendimento e encaixa bem em aplicações com scanner 3D para limpar modelos recém-digitalizados, otimizando e reparando o modelo levado à máquina com alinhamentos automáticos de superfícies e várias formas de analisar cada objeto.

Embora seja um pouco mais difícil que os demais, é interessante para aplicações mais profissionais. Para conferir, basta acessar a página oficial do Meshmixer.

5. Blender

Um dos programas de modelagem 3D mais conhecido do mundo, considerado também o software gratuito 3D mais completo do mercado. Pra você ter uma ideia, ele é tão completo que bate de frente com gigantes renomados neste universo, como o Cinema4D ou 3Dsmax, que são pagos.

Blender é uma opção em código aberto que atende às necessidades de modelagem, renderização, game creation, edição de vídeo, composição, animação e muito mais. Seu maior recurso não está no programa, mas sim na comunidade que trabalha constantemente para ampliar as capacidades do programa e criar novas ferramentas.

Programa Blender de Modelagem 3D
(Fonte: Blender/Reprodução)

Artistas de efeitos visuais, animadores e muitos outros profissionais adotam a ferramenta como aliada no trabalho, contudo sua interface é mais sóbria e assusta iniciantes na modelagem 3D, já que implica uma curva de aprendizado que exige leitura e estudo para gerar os primeiros resultados.

É totalmente gratuito e pode ser encontrado para download no site oficial Blender.org.

6. SketchUp

SketchUp é voltado para a construção de estruturas, arquitetura e engenharia, construído pelo Google. Ele é comumente utilizado por estudantes e profissionais da área de construção civil, mas pode ser estendido para outras aplicações.

Programa SketchUp de Modelagem 3D
(Fonte: MundoGEO/Reprodução)

Tenta ser um software de modelos 3D “para todo mundo”, oferecendo tutoriais em vídeo e vários artigos para recém-introduzidos ao programa; ainda assim, não é tão amigável quanto os programas básicos apresentados. A versão básica é gratuita, mas há pacotes pagos. Para conferir, basta acessar o site oficial do SketchUp.

7. Sculptris

Com funções semelhantes às do software pago Zbrush (da Pixologic) – um dos mais usados e mais completos para esculturas 3D – o Sculptris é uma ferramenta para criação de esculturas digitais, oferecendo um vasto catálogo de ferramentas de polimento de modelos 3D para animações, games e renderizações. Digamos que ele é o “irmão mais novo” do Zbrush, ideal para quem quer começar a entender esse mundo, antes de migrar para o software pago e mais complexo.

É interessante para modelar formas com precisão e criação de texturas orgânicas em 3D; contudo, devido à variedade, exige certo tempo de aprendizado para extrair bons resultados.

Programa Sculptris de modelagem 3D
(Fonte: Sculptris/Reprodução)

Trabalhar com o Sculptris pode ser um bom avanço para quem está acostumado e limitado aos softwares mais simples que oferecem somente primitivos e ferramentas básicas de renderização. Depois de certo tempo de estudo, leitura e tutoriais, é possível produzir ótimos modelos.

Ele é gratuito, mas também tem adições pagas. O download pode ser feito direto no site oficial da Sculpteo.

Adicional: Cinema 4D e 3Dsmax

Para fechar este post com chave de ouro, existem muitos softwares pagos e completos, como Cinema 4D (da Maxon) e 3Dsmax (da Autodesk) que oferecem assinaturas gratuitas para estudantes que possuem carteiras de estudantes ativas. É uma ótima oportunidade para você, que é universitário, entrar de cabeça no universo 3D.

Conta pra gente, qual ferramenta de modelagem 3D você mais usa?

Por: Igor Almenara

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES