Início Tecnologia WhatsApp afirma que atualização da Apple é um "sistema de vigilância"

WhatsApp afirma que atualização da Apple é um “sistema de vigilância”

O sistema da Apple promete analisar fotos salvas no iCloud em busca de conteúdo de abuso infantil

Recentemente, a Apple anunciou a chegada de uma ferramenta que promete detectar a presença de material com abuso infantil nas fotos presentes no iCloud de seus usuários. A decisão, apesar de ter a intenção de ajudar a combater esse tipo de prática, tem causado polêmica quando se olha pelo lado da segurança de dados.

Uma das empresas que está preocupada com isso é o WhatsApp. Em uma publicação no Twitter, Will Cathcart, chefe do mensageiro, chama a ferramenta da Apple de “sistema de vigilância que poderia ser usado para escanear conteúdo privado em busca de qualquer coisa que eles ou um governo decidam que querem controlar”.

Ele ainda comenta que o sistema pode ser explorada na China ou em outros países que querem verificar a intimidade de seus moradores, bem como ser utilizado por agentes spyware.

De acordo com um artigo publicado pela Apple, o novo recurso usa uma “função de correspondência neural chamada NeuralHash para avaliar se as imagens no iPhone de um usuário correspondem a ‘impressões digitais’ ligadas a conteúdo de abuso infantil. Isso é feito comparando as imagens compartilhadas do iCloud com um grande banco de dados de imagens compiladas pelo Centro Nacional de Crianças Desaparecidas e Exploradas. Se semelhanças forem encontradas, elas serão sinalizadas para revisão por operadores humanos”.

Algumas pessoas demonstraram preocupação com o fato de que seus telefones podem ter fotos de seus próprios filhos em uma banheira, por exemplo. Mas, de acordo com a Apple, o sistema só vai procurar correspondências com o que está no banco de dados.

Outra camada de proteção da Apple

A Apple também trabalha em um segundo recurso, dessa vez para o iMessage, que tem como objetivo “avisar as crianças e seus pais” quando alguém menor de 13 anos receber ou enviar fotos com conteúdo sexual.

Não é surpreendente que o WhatsApp, que é de propriedade do Facebook, discorde dos planos da Apple. Isso porque a empresa da maçã passou anos criticando a companhia de Mark Zuckerberg por conta de seu histórico de privacidade, mesmo com a rede social adotando a criptografia de ponta a ponta.

Recentemente, ambas as empresas entraram em conflito por conta de atualizações de privacidade que prejudicaram a capacidade do Facebook de rastrear seus usuários.

Via: Engadget

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES