Início Segurança Softwares piratas com malware infectaram 3 milhões de PCs

Softwares piratas com malware infectaram 3 milhões de PCs

Banco de dados encontrado com 1,2 TB de tamanho criado por malware continha milhões de dados de usuários que piratearam softwares

Ao baixar um jogo de forma ilegal pela internet, as pessoas podem acabar instalando malwares e outros tipos de ameaças em seus computadores. Agora, uma empresa aponta que inúmeras pessoas tiveram seus dados expostos justamente por piratear softwares.

Em seu site, a NordLocker afirma que um grupo de hackers acabou revelando acidentalmente o local em que estavam armazenando os dados roubados de usuários. O banco de dados encontrado em questão tem um tamanho aproximado de 1,2 TB e mantém arquivos, credenciais e cookies de pelo menos 3 milhões de pessoas.

De acordo com o estudo, o malware, que não possui um nome, roubava arquivos da área de trabalho, da pasta de downloads, documentos de texto e imagens. No fim, foram encontrados aproximadamente 1.000 tipos de arquivos de formatos diferentes.

Malware também tirava fotos dos usuários

Além de roubar os arquivos presentes nas máquinas dos usuários, ao ter uma webcam conectada ao computador, o malware responsável por criar este banco de dados também era capaz até mesmo de fotografar os usuários.

O estudo publicado pela Nordlocker em seu site mostra que o vírus em questão conseguiu no total pelo menos 9 milhões de arquivos dos usuários. Os arquivos em questão vistos neste banco de dados, vale notar, foram roubados entre 2018 e 2020.

O estudo também explica que o malware foi distribuído apenas através de jogos e programas crackeados como o Adobe Photoshop ou de ferramentas para registrar o Windows ilegalmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES