Início Tecnologia Windows 11: Microsoft explica importância do TPM 2.0

Windows 11: Microsoft explica importância do TPM 2.0

A Microsoft explicou em seu site qual a importância dos computadores terem o recurso TPM na versão 2.0 para rodar o Windows 11. Confira!

O Windows 11 acaba de ter a sua primeira versão oficial de testes disponibilizada, mas o que tem chamado a atenção na internet é um de seus requisitos. De acordo com a Microsoft, o seu novo sistema requer o recurso TPM na versão 2.0, que muitos usuários desconhecem para o que serve.

Assim, para explicar a importância e tirar as dúvidas dos usuários, a Microsoft resolveu explicar em seu site o que torna o TPM tão importante e como o mesmo atuará no Windows 11. Confira!

O que é o TPM e como o Windows 11 o usará

O Trusted Platform Module, também conhecido como TPM, é um chip que pode ser integrado à sua placa mãe ou adicionado manualmente. A sua função é proteger chaves criptografadas, credenciais de usuários e outros dados através de uma “proteção via hardware”, que não pode ser atacada tão facilmente por malwares.

Este recurso não chega a ser exatamente novo, mas o Windows 11 requer o TPM 2.0 por alguns motivos mais específicos. Por exemplo, graças a melhorias presentes nesta versão, o recurso é capaz de deixar computadores protegidos de ataques de ransomware, que cada vez mais são comuns.

Não somente isso, o TPM 2.0 também ficará integrado ao Windows Hello, uma das ferramentas de autenticação do sistema da Microsoft, e ao BitLocker, que pode criptografar os dados de um HD para que os mesmos só sejam acessados com uma senha ou chave de segurança.

Como verificar a versão do TPM de seu computador

O processo para verificar a versão do TPM ou se o mesmo está presente ou não em seu computador é bem simples, mas requer que o recurso esteja ativado na Bios. Confira:

1. Acesse a Bios do computador e ative o recurso Intel PT ou AMD fTPM. Além deste, também ative a opção de boot seguro;

2. Inicie o Windows 10 normalmente e aperte junto as teclas “Win + R” para abrir o “Executar”. Então, entre com o comando: tpm.msc;

Como verificar a versão do TPM - Passo 1

3. Verifique a versão do TPM na janela aberta.

Como verificar a versão do TPM - Passo 2

Caso prefira, uma ferramenta da Microsoft também está disponível para testar a compatibilidade do PC com o Windows 11 de forma mais automática, mas que não mostra com precisão a versão do TPM. Para saber como testar o Windows 11, confira esta matéria.

1 COMENTÁRIO

  1. Ai ele resolve barrar voce de usar windows, te censurando.. vc não poderá mais entrar no sistema, não podera formatar a maquina, não poderá usar linux..

    isso é fim para seu desktop kkkkkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES