Início For Gamers Paixão por Myst impediu Matt Damon de participar em jogo de 2008

Paixão por Myst impediu Matt Damon de participar em jogo de 2008

Ator foi convidado a atuar em jogo inspirado em "A identidade Bourne", mas jogabilidade distante de Myst não despertou interesse

Notícias envolvendo celebridades e jogos costumam fazer sucesso entre a comunidade gamer, já que provam que eles são “gente como a gente”. E, bem, talvez o ator Matt Damon também seja. Em uma recente participação no programa Hot Ones, o famoso não só confirmou seu amor pelo game Myst, como revelou que essa paixão interferiu em um projeto de sua carreira profissional.

Durante a conversa, Damon confessou algumas curiosidades sobre sua vida e sobre sua trajetória artística. Em dado momento, ele foi questionado por ter recusado participar do jogo The Bourne Conspiracy, já que o título era inspirado na obra cinematográfica “A identidade Bourne”, protagonizada pelo próprio ator.

Mas para a surpresa de muitos, o motivo da rejeição, na verdade, foi que o game seria pouco parecido com Myst, game de sucesso da Cyan Worlds que foi lançado em 1993. “Eu simplesmente não queria fazer apenas um jogo de tiro em primeira pessoa”, revelou o ator.

Para quem não conhece, Myst é um game de aventura com elementos de RPG. Na história, o jogador viaja para a ilha de Myst por meio de um livro especial, onde resolve diversos puzzles e enigmas para descobrir as histórias dos personagens do título.

Imagem do game Myst
Myst foi um dos jogos de PC mais vendidos da história. Divulgação: Cyan Worlds

Embora a triologia Bourne, protagonizada por Matt Damon, seja recheada de ação, o ator desejava mais do que um game baseado em tiros. Aliás, a própria mecânica de resolução de quebra-cabeças vista em Myst combinaria bastante com o enredo dos filmes que inspiraram The Bourne Conspiracy.

“Eles me ofereceram um monte de dinheiro, mas era como se você pudesse melhorar um pouco mais. [Algo] Como Myst, eu amo esse jogo” completou Damon.

Os desenvolvedores de The Bourne Conspiracy recusaram a sugestão de Damon e fizeram o game sem a voz do ator. O jogo chegou às prateleiras com uma perspectiva de terceira pessoa, e, apesar de ter sido considerado como “razoável”, atingiu 70 pontos no site de avaliação Metacritic.

A revelação, no entanto, levantou uma “pulga atrás da orelha”: The Bourne Conspiracy teria um resultado melhor caso fosse inspirado em Myst e tivesse recebido a voz de Matt Damon? A resposta, infelizmente, talvez nunca seja respondida.

Fonte: GamesRadar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES