Início Softwares Microsoft: redução de comissão pela venda de apps não se estende para...

Microsoft: redução de comissão pela venda de apps não se estende para jogos

Com a mudança, desenvolvedores de aplicativos poderão ter isenção do pagamento de taxas para a loja da Microsoft

Na última quinta-feira (24), com o anúncio do novo Windows, a Microsoft também revelou que permitirá que desenvolvedores usem sua própria plataforma de comércio ou de terceiros para cobrança a partir de 28 de julho.

Se optarem por isso, a empresa não terá mais redução em seus ganhos, podendo ficar com 100% da receita obtida pela venda. No entanto, em seu anúncio, a Microsoft citou apenas “desenvolvedores de aplicativos”.

Microsoft Store TikTok
Foto: Microsoft

A questão é que a empresa confirmou que os apps serão os únicos a se beneficiar com essa iniciativa. A mudança não se aplica aos jogos vendidos na plataforma.

Isso provavelmente está ligado ao fato da empresa ter grande rendimento a partir de vendas de conteúdo digital. Recentemente, a Microsoft admitiu que vende consoles Xbox com prejuízo, sabendo que vai lucrar ao receber comissão de 30% dos desenvolvedores de games.

Por conta disso, é bastante improvável que a empresa elimine completamente a comissão cobrada de jogos. No entanto, foi revelado que, a partir de 1º de agosto, a loja passará a ficar apenas com 12% da receita obtida – pelo menos quando se trata das versões de PC dos títulos vendidos em sua loja.

Com essa redução, a Microsoft se aproxima da Epic Games, que também cobra 12% dos ganhos dos desenvolvedores desde que inaugurou sua loja própria para jogos de PC em 2018.

Via: Engadget

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES