Início Tecnologia Internet via satélite da SpaceX tem pré-encomenda no Brasil

Internet via satélite da SpaceX tem pré-encomenda no Brasil

SpaceX, a empresa espacial de Elon Musk, abriu pré-encomendas para o serviço de internet da Starlink para todo o mundo

Sem muito alarde, a SpaceX abriu pré-encomendas do serviço de internet via satélite da Starlink para todo o mundo – inclusive no Brasil.

No dia 4 de fevereiro, o lançamento do Starlink-18 fez com que o projeto de Elon Musk ultrapassasse a marca de 1000 satélites em órbita para fornecer o serviço de banda larga para todo o mundo.

SpaceX
Foto: divulgação/SpaceX

Aparentemente, está dando muito certo. Pouco mais de três meses depois de a SpaceX ter realizado o teste beta público da Starlink, o serviço já ultrapassou a marca de 10 mil usuários. E a proposta agora é crescer muito mais…

SpaceX e Starlink pelo mundo

A implementação internacional da Starlink depende de um processo complexo e burocrático de aprovações regulatórias em cada país em que a SpaceX deseja operar. Em 2021, a empresa de Elon Musk conseguiu licenças para distribuir o serviço de internet da SpaceX nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido.

O mesmo trabalho para garantir as licenças está em andamento no México, Alemanha, Grécia, França, Austrália, Argentina, Chile, Áustria, Espanha, Irlanda, Itália, Nova Zelândia, Filipinas, Índia, Japão, África do Sul, Brasil e Colômbia.

Preço e pré-encomenda no Brasil

Segundo Elon Musk, o objetivo da SpaceX é oferecer o serviço “pelo mesmo preço em todos os países”, com a única diferença sendo “impostos e frete”. Os usuários em potencial pagarão US$ 99 por mês (um pouco mais de 500 reais em conversão direta) por velocidades médias de download de 50 a 150 megabits por segundo e latência de 20 a 40ms. Além disso, há uma taxa de US$ 500 pelo próprio terminal do usuário. Cá entre nós, está bem caro!

No site oficial da Starlink já é possível fazer a pré-encomendas do serviço com um depósito reembolsável de 99 dólares. Nós do Blog do KaBuM! fizemos um teste e, para o pedido do serviço no Brasil, a promessa de disponibilidade e envio de terminal de usuário é “para o final de 2021”.

Starlink
Starlink já aceita pré-encomendas de usuários no Brasil

25 COMENTÁRIOS

  1. Preço exagerado, por questão disso se for aprovado aqui, vai ter no minimo umas 10 pessoas usando a Internet da Starlink, o salário aqui já é horrível, 500$ é a única fonte pra muitos e olhe lá, seja pra comida ou roupa isso quase nem ajuda.

    • Oi, itachi… É verdade, pagar 500 reais por uma conexão que varia entre 50 e 150 Mbps é muito caro para o padrão brasileiro. Hoje temos serviço mais rápido por uma média de 100 reais. A diferença é para quem está afastado dos grandes centros urbanos, zonas rurais, etc. Quando não se tem opção, talvez o valor se justifique. A internet via satélite não é novidade, basta saber se a Starlink vai ter preço competitivo com os serviços disponíveis no Brasil e, mais do que isso, qualidade que valha o preço. Um abraço e obrigado por nos acompanhar (em breve teremos novidades).

      • Discordo, fora dos grandes centros a qualidade do serviço é ainda maior. Não faz uma semana foi instalado na chácara 250mb com fibra, o local é afastado e a internet é melhor em latência do que tenho em casa. As pequenas operadoras fazem o que as grandes não conseguem.

        • Mas e como ficam as zonas rurais onde a fibra não chega? Muita gente já usar internet via satélite (ou até rádio) no Brasil por falta de infraestrutura. Se chegou fibra na sua chácara, certamente ela é uma exceção. Também acho válido exaltar a importância das pequenas operadoras em diversos lugares do país. Mas o serviço via satélite é pensado para locais sem infra…aí faz sentido. Abraço e obrigado pelo comentário.

      • Rapaz boa tarde. Pago, por meio da Hughes net, 179,90 por 10 Mega que não chega nem 1 mega. Tomara que venha mesmo, muita concorrência faz o preço baixar. Tem saber que aqui é um pais subdesenvolvido do terceiro mundo.

      • Eu trabalho com Internet via satélite de outro provedor, ao contrário do que muitos pensam essa internet vai “bombar” por aqui, 500 reais é caro pra quem mora na cidade, lembrando que a internet via satélite não é pra área urbana, a internet via satélite não veio pra concorrer com a fibra, a internet via satélite é indicado para zona RURAL, então quem está dizendo que não vai ter público no Brasil está totalmente equivocado, geralmente quem diz isso é porque mora na cidade e não conhece como é precário e deficiente o serviço de internet nas áreas rurais ou distantes da cidade, quem mora na cidade e usa fibra não conhece a realidade de quem usa Internet a rádio com 1 MB de velocidade, o Plano básico de internet via satélite hoje no Brasil está em média 200,00 reais, mas tem um grande PORÉM, todos os planos disponíveis no Brasil tem franquia de dados , o Plano básico de 200 Reais tem velocidade de 10 mega e franquia de 10 Giga + 40 Giga de franquia extra pra navegar de madrugada depois da meia noite, e é aí que a starlink vai conquistar território, pois é um Plano que oferece Alta velocidade e uso ilimitado, sendo assim você pode dividir a internet com pelo menos 5 vizinhos. Dividindo com 5 casas cada 1 paga em média 100 reais e usa a internet a vontade sem controlar a franquia, esse é o grande diferencial, Internet é ilimitada e de alta velocidade, só intendi isso quem conhece a área rural e as comunidades remotas desse país continental, quem mora em cidades grandes não intende isso.

        • Teu comentário foi perfeito Arlindo, tenho a Hughes e fiz ontem mesmo a reserva, só aqui de perto sei de pelo menos mais 3 produtores que já pagaram também. Faz falta ela ter representantes, o povo mais antigo daqui ainda tem receio de pedir assim sem ver ninguém nem pegar nenhum papel.

    • Você está bem enganado amigo, um universo imenso de pessoas faz uso de conexões via rádio onde a velocidade não chega a 1mb, 500 reais parece muito, mas se você atende cinco residências o valor cai para 100 cada, isso para uma conexão com transferência ilimitada, totalmente viável e plausível! Hoje um plano via satélite de 20mbs custa 310 bozonaro em provedores como a Hughesnet, musk vai tomar o mercado de todo mundo, fica de olho e você vai ver.

  2. Gente, o serviço é para atender regiões onde não exista infraestrutura, a promessa é atender onde nenhuma outra empresa chega. É claro que isso vai custar caro.

  3. Quem não tem acesso a internet em lugares remotos isso e um grande “game changer” eu vou pagar rindo por uma internet de qualidade dessas I still love you Elon!!

  4. Moro no interior do Amazonas e a Internet aqui via satélite mais barata é R$200,00 e ainda existe uma fila de mais de 500 pessoas esperando pra ter acesso, ou seja, mesmo se você tiver dinheiro não vai conseguir.

    Uma empresa chamada Ozônio cobra R$3000,00 por mega. Apenas grandes empresas e os órgãos públicos conseguem acessar Internet de qualidade. Por aqui a única lan-house cobra R$10,00 por hora…
    Detalhe: não estou falando de uma vila, mas sim de uma cidade com 28 mil habitantes. Existem cidades com essa faixa de habitantes que não possuem Internet e muita gente tem interesse em adquirir um serviço como a da Starlink, principalmente se for ilimitada, já que por aqui criou-se no meio da comunicação a cobrança por Giga o que é uma merda.

  5. Se for conexão sem franquia, está barato demais. Nós, que estamos no interior, sítios, chácaras, somos reféns das operadoras via satélites daqui e todas são preços absurdos e com franquias caríssimas. Da pra montar um rack e dividir essa conexão com 1 vizinho que vai ficar mais barato ainda… a proposta da Starlink não é atender os grandes centros e sim áreas não atendidas… só vem… só vem..

  6. Pessoal comentando sobre preço não entende a realidade da internet rural do país. Moro numa fazenda no interior do MT e pago R$ 350,00 por uma internet via rádio de 10Mb que mais cai do que funciona. Não existe fibra aqui. 10Mb é o máximo a que temos acesso. Eu pagarei os R$ 500,00 por mês muito agradecido, e já fiz minha reserva.
    Se você acha o valor muito alto pra velocidade então você tem alternativas e a Starlink definitivamente não é pra você.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES