Início For Gamers Hackers atacam Apex Legends para reclamar de problemas em Titanfall

Hackers atacam Apex Legends para reclamar de problemas em Titanfall

Jogadores de Apex Legends se depararam com mensagens falando sobre os problemas encontrados em Titanfall; objetivo da ação era de chamar a atenção para as questões

No último fim de semana, os servidores de “Apex Legends” foram atacados por um grupo de hackers. A grande questão é que eles não queriam roubar informações e nem nada do tipo, apenas chamar a atenção da Respawn para os problemas que atingem os dois jogos “Titanfall”.

Ao iniciar uma partida no PC, os jogadores de “Apex Legends” recebiam mensagens que indicavam um endereço: savetitanfall.com. Além disso, os invasores justificaram o esquema. “Titanfall 1 está sendo atacado, então Apex Legends também”, descreve um dos textos presentes no jogo.

Desde 2019, os dois games “Titanfall” sofrem com ataques DDoS que afetam as experiências dos jogadores. Em abril deste ano, a Respawn chegou a falar que começaria a trabalhar em correções, mas em maio uma nova onda de invasões ocorreu em ambos os games.

O site SaveTitanfall, apesar de ser citado na invasão, nega qualquer envolvimento com os hacks, mas se opõe à postura da Respawn e da Electronic Arts em relação ao game. “Este problema vem acontecendo há anos e a Respawn está fingindo que não sabe sobre a situação. Mesmo quando os desenvolvedores foram contatados diretamente, assim que o tópico Titanfall 1 é levantado, eles param de responder”, descreve os responsáveis pelo endereço.

Site para salvar Titanfall
Foto: Reprodução

Em mensagens publicadas no Twitter, o diretor de comunicação da Respawn, Ryan Rigney, disse que o estúdio está ciente dos problemas e trabalha para corrigi-los – além de falar que o ataque promovido contra “Apex Legends” foi uma perda de tempo para todos.

“Eu estava segurando meu sobrinho recém-nascido quando descobri sobre o hack do Apex. Tive que devolvê-lo, ir trabalhar e perder um dia com a família. Além disso: o ataque de domingo foi vinculado a uma campanha de conscientização que conhecemos publicamente. O problema não é a conscientização. É que o DDoS em particular é apenas um problema difícil de resolver”, publicou Rigney.

A frustração sentida pelos jogadores de “Titanfall” é legítima, mas não é única. Quanto mais antigos os jogos se tornam, mais vulneráveis eles podem ser. “Team Fortress 2” é um exemplo disso. A Valve luta para deixar o jogo livre de bots há anos. Até houve uma atualização lançada há duas semanas para tentar solucionar a questão.

Via: PC Gamer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES