Início Segurança Governo confirma ataque de ransomware sofrido pelo Tesouro Nacional

Governo confirma ataque de ransomware sofrido pelo Tesouro Nacional

Ministério da Economia afirma que ataque de ransomware não causou dano significativo aos sistemas do Tesouro Nacional, mas PF já investiga caso

O Ministério da Economia confirmou oficialmente mais um ataque de ransomware sofrido por órgãos do governo. A invasão e captura de dados teria ocorrido na última sexta (13) e afetado principalmente a rede interna da Secretaria do Tesouro Nacional.

Nos ataques desse tipo, os cibercriminosos tomam de refém dados importantes da rede ou computador acessados e pedem uma espécie de resgate para liberar o material – sob risco de bloquear permanentemente, deletar ou compartilhar esse conteúdo.

Ransomwares de olho no governo

Embora mirem principalmente o lucrativo setor corporativo – capaz de pagar altas somas para proteger segredos industriais e dados de clientes –, os ataques de ransomware contra governos e seus órgãos têm se tornado cada vez mais corriqueiros.

Só no Brasil, no ano passado, uma investida desse tipo paralisou o Superior Tribunal Eleitoral por semanas até que a situação fosse normalizada. Esse foi um dos maiores e mais complexos ataques ao governo brasileiro, e acabou inspirando a criação de uma força-tarefa de cibersegurança para responder rapidamente a casos como esse.

No episódio mais recente, envolvendo a Secretaria do Tesouro Nacional, ainda não se sabe a extensão do impacto causado pelo ransomware. “Os efeitos da ação criminosa estão sendo avaliados, neste primeiro momento, pelos especialistas em segurança da Secretaria do Tesouro Nacional e da Secretaria de Governo Digital”, afirma o Ministério da Economia.

De acordo com a pasta, uma primeira análise indica que não houve danos “aos sistemas estruturantes da Secretaria do Tesouro Nacional” e que as medidas saneadoras e de contenção já foram tomadas. Enquanto isso, a Polícia Federal foi acionada para investigar o caso e descobrir os culpados por trás dessa empreitada criminosa.

Fonte: ZDNet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES