Início Tecnologia Google Earth: atualização permite fazer “viagem no tempo” em 3D

Google Earth: atualização permite fazer “viagem no tempo” em 3D

Vídeos em timelapse no Google Earth permitem ver as transformações ocorridas na Terra nos últimos 37 anos; faça a sua viagem

O Google Earth, aplicação que usa imagens de satélite para mostrar a Terra vista do espaço ganhou sua primeira grande atualização desde 2017. A principal novidade é a possibilidade de ver vídeos em “timelapse” (acelerados) e, assim, fazer uma viagem no tempo e ver as transformações ocorridas no nosso planeta nos últimos anos.

Rebeca Moore, diretora do Google Earth, explica que os vídeos em timelapse são criados usando 24 milhões de imagens de satélite dos últimos 37 anos – de 1984 a 2020; o resultado é uma experiência 3D interativa. Uma verdadeira viagem…

Timelapse no Google Earth

530 mil vídeos em 4K

Em um artigo publicado no blog do Google Earth, a executiva revela que foram necessárias 2 milhões de horas de processamento em milhares de computadores no Google Cloud para compilar 20 petabytes de imagens de satélite em um único mosaico de vídeo com nada menos que 4,4 terapixels – o que equivale a 530.000 vídeos em resolução 4K.

Moore diz que o vídeo em timelapse permite avaliar a “saúde” do planeta Terra e é uma poderosa ferramenta para educar e inspirar ação para cuidar da “nossa única casa”.

Limeira no Google Earth
Cidade de Limeira (SP), onde fica a sede do KaBuM!, vista no Google Earth

Viaje no tempo com o Google Earth

Com o vídeo em timelapse, é possível escolher qualquer ponto do planeta para ver as transformações ao longo de quase 40 anos. Fazer essa viagem virtual é muito fácil, basta pesquisar a localização desejada na barra de pesquisa.

O Google também disponibiliza mais de 800 vídeos em timelapse no canal do Google Earth ou no YouTube. Há ainda visitas guiadas com o Google Voyager; os passeios foram divididos com base em cinco temas: mudança florestal, crescimento urbano, aquecimento das temperaturas, fontes de energia e beleza frágil.

Gostou da ideia? Clique aqui e faça a sua própria viagem no tempo…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES