Início Hardware Gigabyte promete trocar fontes 'explosivas' e faz ajustes no hardware

Gigabyte promete trocar fontes ‘explosivas’ e faz ajustes no hardware

Após falhas recorrentes de modelos GP-P750GM e GP-P850GM, Gigabyte se posiciona sobre o caso

Passando por uma espécie de inferno astral corporativo, a Gigabyte avisou que irá fazer a reposição de fontes de dois modelos específicos que estão apresentando problemas para alguns clientes. O hardware estaria chegando às mãos do consumidor já sem funcionar ou pior: explodindo assim que ligadas e levando junto a GPU do computador.

O caso envolvendo as peças das séries GP-P750GM e GP-P850GM foram apontados há cerca de uma semana pela equipe do Gamer Nexus

Gigabyte atenta ao caso

Em comunicado, a Gigabyte afirma que, ocasionalmente, picos de uso de energia dentro da fonte podem fazer com que elas ultrapassem o limite de potência do equipamento, causando mal-funcionamento ou curto no produto.

Segundo a empresa, os casos específicos de explosões e descargas graves que afetaram outros dispositivos se deram por conta do uso contínuo e em condições extremas das peças, mas essa versão é colocada em xeque pelo fato de algumas das fontes já chegarem “mortas” ou falharem após poucos minutos de uso convencional.

De qualquer maneira, a Gigabyte se comprometeu a trocar as GP-P750GM e GP-P850GM que apresentarem defeito e disse que já fez mudanças nos dois equipamentos para limitar os picos de voltagem e evitar que episódios assim aconteçam novamente no futuro.

Agora é esperar que nada parecido aconteça com outros produtos da marca, como a incrível fonte modular que vem com uma tela LCD embutida, repleta de informações para gamers e entusiastas do hardware.

Inferno astral corporativo

Há alguns dias, a Gigabyte sofreu outro revés: supostamente, um ataque de ransomware fez com que segredos de parceiros como Intel, AMD e American Megatrends fossem parar nas mãos de hackers, que estariam cobrando para não divulgar o material.

Ainda não houve um posicionamento oficial sobre ocaso ou informações sobre se a empresa cedeu ou não à chantagem dos cibercriminosos.

Fonte: Kotaku

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES