Início Dicas e Reviews Como aproveitar melhor seu Wi-Fi e ter uma conexão estável?

Como aproveitar melhor seu Wi-Fi e ter uma conexão estável?

Saiba quais são os fatores que podem afetar o desempenho da rede e como melhorar a sua internet!

Sabe quando você está assistindo à sua série favorita e, de repente, dá aquela travadinha para carregar o resto do episódio, ou quando você está jogando online e aquele lag chato fica incomodando? No fim, você fica se perguntando como essas coisas podem acontecer, mesmo depois de contratar uma internet de alta velocidade.

Esse problema pode ser causado por seu roteador de internet, deixando o Wi-Fi com uma qualidade menor que a ideal.

Os roteadores entregues pelas operadoras de internet, apesar de funcionarem bem, não são exatamente os melhores quando o assunto é liberar o potencial máximo da conexão no Wi-Fi, por isso ela pode oscilar bastante, especialmente quando muitos dispositivos estiverem acessando a rede ao mesmo tempo. Além disso, muitos desses roteadores padrão não têm antenas externas, o que compromete bastante o alcance do Wi-Fi e pode fazer com que certas áreas da casa ou do escritório acabem recebendo um sinal mais fraco.

Tipos de roteador Wi-Fi e suas funções

Roteador Wi-Fi
Os roteadores de operadoras têm desempenho inferior em relação aos com tecnologia dual band. (Fonte: Unsplash)

É importante considerar investir em um roteador de internet mais completo, para evitar problemas de cobertura e oscilação no sinal de Wi-Fi. Até mesmo os dispositivos mais baratos oferecem benefícios consideráveis em comparação com os providenciados pelas operadoras na instalação da internet. Porém, se você estiver disposto a investir um pouco mais, é importante considerar alguns quesitos, como função dual band, velocidade e número de antenas.

Dual band é uma função que nem todos os roteadores têm, e que diz respeito à presença de duas bandas de rede que podem ser utilizadas simultaneamente para evitar oscilações. O KaBuM! tem opções como o Roteador Archer C20, que permite que você realize suas tarefas menos pesadas na rede de 2,4GHz, como ler e-mails, e conecte na rede de 5GHz os dispositivos que consumirão mais banda, como jogar ou assistir a séries em alta qualidade. Vale lembrar que, apesar de sua velocidade ser mais alta, a rede de 5GHz tem um alcance bem menor que a de 2,4GHz, portanto, os aparelhos nessa rede devem ser utilizados bem próximos ao roteador.

Roteadores variados oferecem velocidades diferentes de internet. Não adianta, por exemplo, contratar um serviço de 500Mbps se seu aparelho consegue transmitir apenas 300Mbps no Wi-Fi, então considere esse gargalo no momento de decidir o modelo que irá adquirir.

Via de regra, um roteador com uma ou duas antenas normalmente é suficiente para garantir uma recepção adequada de internet em uma residência média. Caso esteja procurando um dispositivo que atenda a um grande escritório, um roteador com quatro antenas ou mais garantirá maior cobertura e estabilidade da rede, mesmo com muitos acessos simultâneos.

Se você tem um negócio maior, o ideal é adquirir um aparelho ainda mais completo, como o Roteador Archer C60, que tem funções avançadas de software, como controle de rede para convidados.

O lugar em que você instala seu roteador Wi-Fi é importante

Gambiarra em roteador para melhorar a conexão
Nem sempre as gambiarras vão melhorar sua conexão. (Fonte: Giphy)

O local de instalação também é um fator importante, que pode influenciar o desempenho da rede Wi-Fi, independentemente do roteador. O equipamento deve ser colocado em uma área estratégica do ambiente, de preferência no ponto mais central possível.

Mantenha dispositivos eletrônicos longe do roteador, pois muitos deles utilizam a frequência de 2,4GHz e podem interferir na propagação da rede, causando lentidão. Também considere a posição da antena no momento da instalação, uma vez que ela emite horizontalmente as ondas do Wi-Fi. Se você quer a disseminação maior da rede, seja horizontal, mantenha a antena em pé. Caso deseje que a propagação maior seja vertical, para um segundo andar, por exemplo, deixe a antena deitada.

Notou que algumas áreas ficam com sinal fraco, mas está satisfeito com a qualidade geral da internet? Existem opções como os repetidores de sinal, que podem ampliar a área de alcance do Wi-Fi.

A qualidade da internet é tão importante quanto o roteador Wi-Fi

Meme Sem Conexão
Além de um bom roteador, você precisa de uma conexão de qualidade. (Fonte: Giphy)

Por fim, lembre-se de que o roteador será apenas tão bom quanto a internet contratada, portanto, invista em uma boa conexão, preferencialmente por fibra óptica, por ser uma opção superior, com menos quedas e maior velocidade de navegação. Adquira o plano que mais se adeque às suas necessidades, e um roteador condizente com o que você precisa. Dessa forma, sua rede de internet não vai deixá-lo na mão.

Verifique a sua conexão Wi-Fi

Mesmo que você siga todas as nossas dicas à risca, ainda pode ser um pouco difícil monitorar a velocidade da internet e o alcance do sinal de Wi-Fi. Portanto, aqui vão algumas sugestões para ajudar a realizar essa verificação.

Existem sites que realizam esse procedimento de forma simples, como o speedtest.net ou o fast.com, que medem download e upload, calculando a velocidade média e disponibilizando os resultados rapidamente.

Já para medir a intensidade do sinal de Wi-Fi, são necessários aplicativos um pouco mais especializados. O NetSpot, por exemplo, é uma ferramenta de análise na qual você pode desenhar o ambiente desejado e gerar um mapa da intensidade da conexão, dependendo do local onde há o acesso.

E aí, curtiram as dicas? Diga nos comentários como você faz para otimizar o seu Wi-Fi!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES