Início Softwares Cloud PC: como a Microsoft quer aposentar os PCs com novo serviço

Cloud PC: como a Microsoft quer aposentar os PCs com novo serviço

Baseado na nuvem, Cloud PC dá acesso a um computador virtual que pode ser acessado de qualquer lugar, inclusive do celular

A nuvem e a transmissão de dados fazem cada vez mais parte do negócio da Microsoft. Prova disso é que um novo vazamento praticamente confirma que a empresa trabalha no Cloud PC, um serviço que pode aposentar de vez o computador pessoal.

Sim, acabar com os PCs é uma proposta da Apple com seu iPad, mas parece que a própria Microsoft tomou a dianteira nessa frente e quer virar de cabeça para baixo seu ganha-pão, permitindo que o Windows seja acessado de qualquer lugar – até do seu celular.

Cloud PC: Windows anywhere

A companhia sediada em Redmond já tem um produto de computador virtual para o setor corporativo chamado Azure Virtual Desktop, mas a proposta do Cloud PC parece ser diferente e deve chegar às mãos do consumidor final.

De acordo com rumores, vazamentos e vagas de trabalho abertas na Microsoft, é possível inferir que o novo serviço vai oferecer uma opção bem mais completa e acessível ao público que hoje tem um uso mais intenso das plataformas mobile.

O funcionamento é simples, mediante uma assinatura paga, o usuário ganha acesso a uma máquina na web com seu próprio desktop Windows, os programas mais comuns já instalados e um armazenamento seguro para hospedar seus arquivos ou acrescentar novos apps ao pacote.

Essa área de trabalho pode ser acessada de praticamente qualquer dispositivo com sistema Android ou iOS, além de PC e Macs. O Cloud PC faria parte da suíte Microsoft 365 e pode ser anunciado oficialmente durante o Microsoft Inspire, que começa esta semana.

Expandindo horizontes

A ideia é que as máquinas mais simples tenham uma configuração de 2 CPUs virtuais, 4 GB de RAM e 96 GB de armazenamento SSD. Fazendo upgrade para versões mais parrudas, será possível aumentar o número de processadores, memória ou espaço em disco. A brincadeira começaria com o Windows 10 e seria atualizada, posteriormente, para o Windows 11.

Com isso, a oferta do Cloud PC parece feita sob medida para pessoas que têm um uso regular do computador, seja para estudos, trabalho, edição de textos e utilização de apps de produtividade.

Para quem recorre a aplicações mais pesadas, como edição de vídeos, renderização 3D e jogos, o equipamento físico ainda deve ser mais vantajoso. Apesar disso, a Microsoft já tem outro produto focado no público gamer, o Xbox Cloud Gaming, que pode suprir parte dessa demanda.

Fonte: Windows Latest

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES