Início For Gamers Sony barrou caixinhas de jogos diferenciadas no PlayStation 2

Sony barrou caixinhas de jogos diferenciadas no PlayStation 2

Enquanto desenvolvia o PlayStation 2, Sony fechou parceria com designer para capas exclusivas de jogos do console; projeto, no entanto, não vingou

Embora o PlayStation 2 tenha feito parte da infância de muita gente, as caixas de seus jogos não apresentavam nenhum diferencial: uma capa retangular, de plástico, utilizada até hoje para DVDs, Blu-rays e games recentes. A situação, no entanto, poderia ser bem diferente se a padronização dos cases não tivesse barrado a criatividade de Hock Wah Yeo.

Yeo é um designer gráfico que fez muito sucesso nas décadas de 1980 e 1990. Inclusive, quem vagou por lojas de videogame na época pôde, com sorte, ter o privilégio de conferir alguns cases de jogos diferenciados feitos pelo artista.

Capa do jogo Jetfighter
Arquivo pessoal: Hock Wah Yeo

Capa do jogo Prince of Persia
Arquivo pessoal: Hock Wah Yeo

Os cases de CD de Yeo certamente eram um atrativo extra para os consumidores, mas, infelizmente, a crescente padronização nas embalagens da mídia no final dos anos 1990 levou ao fim dessas caixas exclusivas.

O que o designer não esperava é que a Sony o chamaria para mais um desafio: projetar boxes diferenciados para o PlayStation 2, que estava sendo desenvolvido pela gigante. Yeo aceitou o trabalho e começou a projetar cases exclusivos para os jogos do novo console. Um dos protótipos criados foi para o Final Fantasy Anthology.

Jogo Final Fantasy Anthology para PlayStation 2
Arquivo pessoal: Hock Wah Yeo

O modelo elaborado é relativamente diferente dos cases comuns dos jogos do PlayStation 2: o padrão retangular da caixinha foi incorporado em um molde circular, que segue o formato do CD, e chama a atenção de qualquer aficcionado por games.

Ficou no quase

Mesmo que os resultados dos protótipos dessem indícios de uma longa parceria entre Yeo e Sony, a história não vingou.

De acordo com publicação do portal The Obscuritory, “durante a produção do protótipo, os chefões da Sony Computer Entertainment no Japão interviram e cancelaram o projeto”. Isso porque a empresa julgou que as caixas de DVD usuais seriam relativamente mais baratas e mais fáceis de se trabalhar.

De fato, eram. E o cancelamento do projeto não anulou o sucesso do PlayStation 2, que até hoje segue como o console mais vendido da história.

Fato é que a popularidade do PlayStation 2 poderia ser outra com a exclusividade nos boxes dos títulos. E como os jogos têm sido preferencialmente adquiridos por mídias digitais, a expectativa de novos cases como o de Yeo para os games atuais — com exceção das edições de colecionadores, é claro — tornam-se cada vez mais baixas. Ficou no “quase”.

Fonte: Kotaku

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES