Início Tecnologia Scarlett Johansson processa Disney por lançamento de Viúva Negra em streaming

Scarlett Johansson processa Disney por lançamento de Viúva Negra em streaming

A atriz afirma que a Disney descumpriu o contrato que previa um lançamento apenas nos cinemas

Na última quinta-feira (29), a atriz Scarlett Johansson abriu um processo contra a Disney pelo lançamento simultâneo de “Viúva Negra” nos cinemas e no Disney+. A ação, registrada no Tribunal Superior de Los Angeles, alega que o contrato da atriz indicava que o longa teria um “amplo lançamento nos cinemas”, sem qualquer cláusula indicando o serviço de streaming.

Como o salário de Johansson foi em parte baseado no desempenho do filme nos cinemas, o processo diz que a disponibilização na plataforma poderia reduzir significativamente seus ganhos.

Estima-se que a atriz pode ter um prejuízo de US$ 50 milhões por conta da alteração dos planos de distribuição de “Viúva Negra”. Em comunicado enviado ao The Wall Street Journal, a Disney afirma que “não há mérito algum neste processo”.

“O processo é especialmente triste e angustiante em sua indiferença aos terríveis e prolongados efeitos globais da pandemia. A Disney cumpriu totalmente o contrato da Sra. Johansson e, além disso, o lançamento de ‘Viúva Negra’ no Disney+ com o Premier Access melhorou significativamente sua capacidade de ganhar uma remuneração adicional além dos US$ 20 milhões que recebeu até o momento”, continua a nota.

A ação ainda alega que a Disney teve duas motivações principais com o lançamento híbrido: aumentar o número de assinantes da sua plataforma de streaming e “desvalorizar substancialmente o acordo da Sra. Johansson”.

No entanto, a Disney, em sua defesa, afirma que entendia que a estratégia de lançamento poderia mudar e afetar a atriz. E que, por isso, David Galluzzi, advogado da Marvel, entraria em contato com os representantes da outra parte para “discutir isso com você [a mudança de estratégia] e chegar a um entendimento, já que o negócio é baseado em uma série de bônus de bilheteria”.

Porém, ao que parece, não foi o que aconteceu. Uma das citações do processo indica que os representantes de Scarlett Johansson tentaram conversar com a Marvel para negociar o lançamento do filme, mas que a empresa “ignorou o contato” e lançou o filme por conta própria no Disney+.

Via: The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES