Início Tecnologia Herdeiro da Samsung sai da prisão direto para o escritório

Herdeiro da Samsung sai da prisão direto para o escritório

Lee Jay-yong, vice-presidente da Samsung, ganhou liberdade condicional e agora promete “trabalhar duro”

Suborno, peculato e perjúrio. Essas são as acusações que levaram o herdeiro da Samsung, Jay Y. Lee, para a prisão. Mas, na última sexta-feira (13), depois de 207 dias atrás das grades, ao ser solto em liberdade condicional, Lee saiu direto da cadeia de volta para a sede da empresa.

Lee foi preso como parte do escândalo de corrupção que envolveu o presidente sul-coreano Park Geun-Hye – o parlamentar foi condenado a 20 anos de prisão por tráfico de influência. O herdeiro da Samsung foi considerado culpado de usar sua fortuna para influenciar Park nos interesses comerciais da empresa. A princípio, os promotores defendiam uma sentença de 12 anos para Lee.

Em 2017, Lee foi condenado a cinco anos de prisão. Depois de um ano, o tribunal de apelações suspendeu a sentença e o libertou temporariamente. Agora, em janeiro deste ano, o executivo foi novamente condenado a dois anos e meio de prisão por um tribunal superior. Ele deveria permanecer na prisão até o ano que vem, mas ganhou liberdade condicional antes do previsto.

Saindo do Centro de Detenção de Seul, Lee prometeu melhorar. “Peço desculpas profundamente. Estou ouvindo as reclamações, críticas, preocupações e grandes expectativas sobre mim. Vou trabalhar duro”, disse o vice-presidente da Samsung.

Segundo o governo do presidente sul-coreano, Moon Jae-in, a decisão é de interesse nacional. Todos os anos, o Grupo Samsung é responsável por até 20% do PIB da Coreia do Sul. O Ministério da Justiça disse, então, que decidiu libertar Lee depois de considerar os efeitos da pandemia na economia do país e de todo o mundo.

Herdeiro da Samsung sai da prisão direto para o escritório
Samsung é responsável anualmente por até 20% do PIB da Coreia do Sul – Imagem: Daniel Bernard / Unsplash

As condições de liberdade condicional de Lee incluem cinco anos de restrições de negócios. Assim, não fica claro se o herdeiro será capaz de dirigir a empresa daqui pra frente. O avô de Lee fundou a Samsung em 1938. Hoje aos 53 anos, ele está no comando do Grupo Samsung desde 2014.

Uma das próximas decisões do executivo da Samsung envolve a instalação de uma fábrica de chips de US$ 17 bilhões nos Estados Unidos. A pressão é grande dada a escassez mundial de processadores. Mas o cenário ainda é bastante incerto.

Vale lembrar que o herdeiro Lee ainda está sendo investigado por fraude e manipulação de ações. Se for considerado culpado, poderá ser preso novamente.

Fonte: BBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES