Início Tecnologia YouTube Shorts é lançado no Brasil

YouTube Shorts é lançado no Brasil

YouTube Shorts chega oficialmente ao Brasil para competir com o TikTok. Na plataforma, os usuários podem publicar e ver vídeos de 15 ou de até 60 segundos

Nesta segunda-feira (7), o YouTube anunciou a chegada da ferramenta Shorts ao Brasil. O recurso em questão é praticamente uma resposta direta ao TikTok em que os usuários podem publicar vídeos curtos.

A ferramenta pode ser acessada diretamente pelo aplicativo do YouTube para celulares. Diferente de outros recursos que ficam separados em guias, a ferramenta Shorts aparece logo na tela de início do YouTube em meio a outros vídeos comuns, assim como mostra a imagem abaixo.

YouTube Shorts
Reprodução: divulgação/YouTube

Apesar de ter sido lançada no Brasil apenas nesta semana, a função Shorts estava sendo testada pelo YouTube há meses em outros países e desde 2020 na Índia. Neste momento, no Brasil, a ferramenta só está disponível para aproximadamente 25% dos usuários da plataforma de streaming e a sua liberação está sendo realizada de forma gradual.

Alguns criadores de conteúdo, vale notar, receberam o acesso à ferramenta de forma antecipada.

YouTube Shorts traz ferramentas únicas para criadores de conteúdo

No YouTube Shorts, as pessoas podem postar vídeos de até 60 segundos, contanto que esses possuam conteúdo original. Além disto, a plataforma também permite que vídeos de até 15 segundos com músicas de outros artistas sejam postados sem o risco de punições por direitos autorais.

Já para criar o conteúdo em si, o YouTube Shorts traz algumas ferramentas interessantes. A seguir, seguem as de maior destaque:

  • Poder adicionar textos a pontos específicos dos vídeos;
  • Gerar legendas automaticamente;
  • Uso de filtros para corrigir a cor dos vídeos (será disponibilizado em breve);
  • Usar o som de outro vídeo do Shorts para criar um conteúdo.
  • Apesar de não aparecer nos testes realizados por nossa equipe, em alguns vídeos do próprio YouTube, os usuários terão a opção “Criar”. Através dela, eles poderão utilizar trechos de vídeos publicados na plataforma de streaming para sua criação.

    YouTube Shorts - Função Criar
    Reprodução: divulgação/YouTube

    YouTube Shorts ainda não tem método de monetização

    No seu comunicado, o YouTube destaca a importância de apoiar os criadores de conteúdos que utilizam dispositivos móveis e afirma ter investido mais de 30 bilhões de dólares no segmento.

    Neste primeiro momento, entretanto, no Brasil, o YouTube Shorts ainda não conta com uma forma de monetização para os criadores de conteúdos, mas a empresa já está trabalhando em meios para viabilizar isto.

    Fonte: YouTube

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES