Início Tecnologia Valve e AMD trabalham em CPU Linux aprimorada para o Steam Deck

Valve e AMD trabalham em CPU Linux aprimorada para o Steam Deck

Com isso, a Valve afirma que o Steam Deck conseguirá rodar a 30 fps todos os jogos atuais

A Valve, em parceria com a AMD, trabalha em uma CPU Linux aprimorada que deve fazer parte de seu novo e ambicioso projeto: o Steam Deck. Essa implementação terá como objetivo garantir que o dispositivo rode todos os jogos modernos a pelo menos 30 frames por segundo.

O anúncio oficial do Steam Deck trouxe muita empolgação para os gamers, que teriam a possibilidade de jogar seus títulos favoritos sem precisar carregar um notebook ou computador voltado para jogos.

No entanto, além disso, a revelação trouxe questões importantes sobre o funcionamento do console. A Valve diz que o dispositivo terá uma unidade de processamento personalizada da AMD junto de 16 GB de memória LPDDR5.

Steam Deck - Capa
Reprodução: divulgação/Valve

Segundo informações da Phoronix, a parceria da Valve com a AMD pode trazer um desempenho de CPU sem problemas de escalonamento. O resultado disso é que o Steam Deck supostamente terá um desempenho superior quando necessário e vai obter melhor aproveitamento por watt.

Mais informações sobre os esforços da AMD para a criação de um driver de CPU Linux devem surgir em setembro, durante a X.org Developer Conference.

Linux na Steam

O interessante sobre o Steam Deck é que a Valve pretende trazer para seu gadget o Arch OS, um sistema baseado em Linux. Isso pode fazer – ou já está fazendo – com que os usuários da plataforma tenham curiosidade para conhecer o sistema.

Isso porque, recentemente, a Valve divulgou um aumento no número de utilizadores que têm alguma versão do Linux instalado. Agora, esse total chega a 1% – o que está longe dos 96,49% do Windows, mas mostra que esse percentual, que saiu das casas decimais, pode crescer ainda mais.

Via: TechSpot

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES