Início For Gamers Tencent bloqueia acesso de crianças a jogos na China

Tencent bloqueia acesso de crianças a jogos na China

Sistema de reconhecimento facial desenvolvido pela Tencent impede que jovens joguem no celular à noite

Hoje, tirar as crianças da frente do celular ou tablet é uma tarefa quase impossível. Na China, no entanto, a Tencent está implementando uma nova tecnologia de reconhecimento facial que deve manter os pequenos longe dos jogos mobile na hora de dormir.

O anúncio feito esta semana pela gigante chinesa já atinge 60% dos jogos da empresa para smartphones e deve se expandir para todo seu catálogo ao longo dos próximos meses – inclusive fora das plataformas mobile.

Tencent para maiores

Com o algoritmo adicionado a esses aplicativos, qualquer criança ou jovem com menos de 18 anos que tentar acessar o game entre as 22h00 e 8h00 vai ter que passar por uma checagem que utiliza a câmera do aparelho para validar sua idade.

Ainda não se sabe o quanto essa checagem é eficiente, mas como a tecnologia de reconhecimento facial tem evoluído a passos largos nos últimos tempos, é de se imaginar que a molecada chinesa não vai poder fazer um corujão de Fortnite ou Free Fire.

Reprodução: Joshua Hoehne/Unsplash

E se tudo parece meio estranho e um pouco assustador, com algoritmos de terceiros tomando o lugar de uma decisão no lugar dos pais, é porque é mesmo. A ação faz parte de uma adequação da Tencent e de outras empresas ao endurecimento das leis da China.

O país tem se mostrado preocupado com o “vício” de jovens por jogos e outros passatempos eletrônicos e avisou que vai exigir das companhias do setor medidas de controle sobre quanto esse público joga e quanto pode gastar nos games.

Da China para o mundo

Claro que essa e outras decisões do governo chinês já levantaram dúvidas e questões a respeito de privacidade e monitoramento de usuários, não só na China, mas também ao redor do globo.

Afinal, a Tencent tem participação ou é dona de grande parte dos maiores estúdios publishers do mundo. É proprietária da Riot Games, por exemplo, criadora do popular League of Legends, que é especialmente amado pelos chineses.

LoL ainda não tem o sistema de reconhecimento implementado na China, mas quando ele vier, será que ficará restrito apenas ao país?

Fonte: PCGamer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES