Início For Gamers Sega é processada por causa de máquina de pegar prêmios

Sega é processada por causa de máquina de pegar prêmios

Sega é processada por jogadores ao ter uma máquina de pegar prêmios sendo considerada como um "jogo de habilidade". Entenda esta história!

Antes mesmo de ficar conhecida por seus videogames, a Sega sempre foi famosa por suas máquinas de fliperama. Entretanto, a empresa agora está sendo alvo de um processo por conta de uma máquina, que concede prêmios para os usuários.

Em um tribunal da Califórnia, Marcelo Muto entrou com uma ação pedindo uma indenização de uma ação coletiva no valor de US$ 5 milhões ( aproximadamente R$ 25 milhões). De acordo com os jogadores, a máquina é comercializada como “um jogo de habilidade”, mas possui um tipo de programação para que pessoas não vençam com frequência.

A máquina, mais conhecida como “Key Master”, já foi alvo de processos no passado. Em 2013, em Nova Iorque, um outro homem havia processado a empresa japonesa por ter gasto 10 dólares no jogo e, ao ter colocado a “chave no local certo”, nenhum prêmio foi concedido.

Já no Arizona, em um caso de 2015, um jogador processou a Sega alegando que a sua máquina teria sido configurada para deixar as pessoas vencerem a cada “2.200 derrotas”.

Sega considera máquina como “jogo de habilidade”

A máquina Key Master já não é mais encontrada à venda e, em seu lugar, a Sega tem em seu site um produto chamado “Prize Locker”, que tem exatamente o mesmo princípio. Como é possível ver na imagem abaixo, a empresa japonesa considera tudo como um “jogo de habilidade”.

Sega Prize Locker
Reprodução: segaarcade.com

Já na ação de Marcelo Muto, ele explica que a máquina pode ser configurada por seus operadores para ter um número maior ou menor de chances para conceder seus prêmios.
Procurada pelo site Polygon, responsável por apurar a notícia, a Sega ainda não se pronunciou sobre o caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES