Alguns programas são essenciais em nossas tarefas do dia a dia. Seja para organizar as demandas da sua casa ou empresa, o Pacote Office já é tradicional, com ferramentas como Word, Excel, PowerPoint, Outlook, entre outras. Em 2019, a Microsoft trouxe novidades, incluindo para a versão Home & Business. Mas, será que vale a pena o upgrade? Confira abaixo!

Licença de compra única

Para o Office 2019, é possível comprar o pacote uma única vez e ter acesso vitalício a todos os seus programas. Neste contexto, a Microsoft também oferece atualizações periódicas de segurança, com direito a suporte da marca por 60 dias.

Para Windows ou macOS

Outra novidade que a marca oferece é a compra avulsa do pacote, tanto para PC quanto para Mac. Os aplicativos do Office são adaptados para funcionar melhor em cada plataforma e dispositivo. No Mac, por exemplo, os números de versões podem ser diferentes daqueles disponíveis para usuários de Windows.

Os aplicativos do Office disponíveis para Mac são: Word, Excel, PowerPoint, Outlook e OneNote.

Novos recursos

A tradução faz parte da sua rotina? Saiba que para escrever um documento, você não precisa mais alternar entre Word, Excel, PowerPoint e o tradutor. A nova principal função do Office 2019 é a integração com o Microsoft Translator, dessa forma, usuários podem realizar as traduções diretamente nos documentos.

Vale destacar também os gráficos vetoriais: um acervo de ícones para ilustrar os documentos, no formato SVG (Scalable Vector Graphics). E, se o seu PC for sensível ao toque, você poderá ainda utilizar a função de desenho, no Excel, Word, PowerPoint e Visio.

As apresentações no PowerPoint também ficaram mais dinâmicas, com funcionalidades que permitem passar pelos slides sem seguir a ordem original, mesclar movimentos de dois slides e criar uma animação automaticamente, dentre outros. Além disso, a ferramenta agora é compatível com canetas digitais com Bluetooth.

Para adquirir o Microsoft Office Home Business 2019, acesse o site do KaBuM!, maior E-commerce de Tecnologia da América Latina.

Escreva um comentário