Início For Gamers Game Over! Nintendo vence mais uma batalha contra site de emulação

Game Over! Nintendo vence mais uma batalha contra site de emulação

Dono do portal RomUniverse, Matthew Storman terá que destruir permanentemente qualquer material não autorizado pertencente à Nintendo

Se a situação do site RomUniverse já estava difícil, agora está bem mais complicada: o portal que distribuía roms para emulação já havia sido multado em US$ 2,1 milhões por violações contra a Nintendo, mas uma nova liminar determinou que o proprietário da página, Matthew Storman, destrua permanentemente qualquer material não autorizado pertencente à desenvolvedora japonesa.

A liminar determina que Matthew “destrua permanentemente todos os jogos não autorizados da Nintendo ou outras cópias não autorizadas de propriedade intelectual, incluindo filmes, livros e música”. Ele também está impedido de usar quaisquer marcas comerciais ou logos da desenvolvedora.

Segundo o juiz, Storman tem até a próxima terça-feira (17) para cumprir a decisão e deverá apresentar uma declaração ao tribunal para comprovar que seguiu as ordens judiciais até o dia 20 de agosto. Caso não obedeça essas determinações, ele poderá enfrentar acusações de perjúrio.

Vale lembrar que o pagamento da dívida ainda está pendente. O valor total da multa (US$ 2,1 milhões) foi parcelado em “suaves” prestações de US$ 50 em uma decisão judicial de maio deste ano. No entanto, a Nintendo voltou ao tribunal no mês passado alegando que Storman não teria iniciado os pagamentos.

Nintendo contra a pirataria

O ponto central da briga baseia-se no fato de o portal RomUniverse oferecer roms da Nintendo — bem como da Sony e da Microsoft — de forma gratuita. Embora o ato de emular, em si, não seja considerado um ato ilícito, obter cópias de jogos que não sejam feitas a partir de sua própria coleção é considerado ilegal.

Para piorar, o site de Matthew Storman ainda lucrava com isso: segundo informações do Torrentfreak, o portal reportou uma receita de US$ 30,000 (aproximadamente R$ 157.737) em 2019, já que oferecia assinaturas para liberar velocidades de download maiores e outros benefícios.

Naturalmente, isso chamou a atenção da Nintendo, ferrenha combatente da pirataria. O caso foi levado ao tribunal, que decidiu multar o RomUniverse em US$ 2 milhões por violação de marca registrada e mais de US$ 150.000 por violação de direitos autorais.

Mesmo após todos os recentes desdobramentos judiciais, Matthew Storman não descartou a possibilidade de abrir outro site de roms. Mas se o fizer, certamente não incluirá títulos da desenvolvedora japonesa — embora alguns games para Wii ainda estejam disponíveis no RomUniverse até a publicação desta matéria.

Fonte: TechSpot

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES