Início Dicas e Reviews Os melhores jogos de terror para curtir no Halloween

Os melhores jogos de terror para curtir no Halloween

Para entrar no clima de terror do Halloween, por que não passar a data com alguns clássicos dos jogos de terror?

Os jogos de terror existem desde o começo da indústria de games. Você pode até se perguntar em como alguém conseguira se assustar com gráficos em 8 bits ou até menos, mas isso nunca impediu as empresas de trazerem essa vertente do entretenimento para seus consumidores. De jogos como Halloween, baseado no filme homônimo, do Atari a Sweet Home no NES, estes games sempre estiveram presentes na nossa vida, até chegarmos nos consoles atuais, PS4, Xbox One e Switch, e aos PCs gamers.

Foi pensando nisso que decidimos ajudá-lo a aproveitar seu Halloween com uma lista de jogos ótimos, verdadeiros clássicos do terror, para você escolher qual vai passar o dia, ou o fim de semana todo, jogando. Para manter a variedade, inserimos na lista apenas um jogo de cada franquia. Preparados? Então vamos lá!

Resident Evil 2 – PS1

Resident Evil 2
Fonte: Capcom

Para começar, um clássico absoluto que marcou época e formou o caráter de uma geração de fãs de terror. Embora o Resident Evil original seja um marco na indústria por praticamente criar o gênero Survivor Horror, foi com Resident Evil 2, lançado em 21 de janeiro de 1998, que a série se firmou e mostrou o que poderia ser. Maior que seu antecessor em tudo, com várias opções de gameplay para um fator replay impressionante, dois personagens jogáveis, dois discos e gráficos ainda melhores, Resident Evil 2 é a definição de uma sequência bem feita.

Na história, seguimos o policial Leon S. Kennedy, em seu primeiro dia de trabalho, e Claire Redfield, uma jovem apaixonada por motos que veio à cidade procurar seu irmão. Eles só não imaginavam que se deparariam com uma invasão zumbi e uma trama muito maior, que envolve os segredos mais obscuros de Racoon City. Muitos sustos, puzzles, economia de munição e sangue te esperam nessa jornada. E, claro, ainda temos o ótimo remake de Resident Evil 2, então… Por que não jogar os dois em sequência nesse Halloween?

Outros jogos da série que valem a pena experimentar: Resident Evil, Resident Evil 3, Resident Evil Code Veronica, Resident Evil Remake, Resident Evil 7.

Silent Hill 2 – PS2

Silent Hill 2
Fonte: Konami

“In my restless dreams, I see that town… Silent Hill.”
Com essa frase, começamos uma intensa viagem pela mente perturbada de um homem. Silent Hill 2 é definitivamente um marco dos jogos de terror, que faz jus a toda a fama que possui, pois é seguramente um dos games mais assustadores e incríveis de todos os tempos. Ele consegue uma profundidade ímpar em sua história e simbolismos, bem como mantém você preso do começo ao fim no mistério que cerca a névoa que cobre a cidade título.

No jogo, entramos na pele de James Sunderland, um homem que vem até Silent Hill após receber uma carta de sua esposa para que eles se encontrassem em seu “lugar especial”. Essa seria uma história bem comum se não fosse o detalhe de que sua esposa, Mary, morreu a 3 anos atrás. Contrariando o senso comum, James pega o mapa em seu carro e parte para Silent Hill em busca de respostas. E é só isso que podemos falar da história, sem estragar as surpresas que você vai encontrar em cada caminho. Lotado de temas pesados, mostrados de forma única, cheio de terror psicológico e criativo ao extremo, Silent Hill 2 é indispensável para fãs de terror. E existe um mod de fãs para a versão de PC, que permite que você jogue esse clássico sem problemas em seu PC gamer atual. Então, se ainda não jogou, corra para jogar! Só tome cuidado com um certo cara com uma pirâmide na cabeça.

Outros jogos da série que valem a pena experimentar: Silent Hill, Silent Hill 3, Silent Hill 4 – The Room.

Fatal Frame II: Crimson Butterfly – PS2

Fatal Frame 2
Fonte: Tecmo

Imagine um jogo no qual seu objetivo é combater fantasmas com um câmera fotográfica. Não parece algo tão aterrorizante assim, se não fosse o detalhe de que você precisa esperar que os fantasmas cheguem perto e estejam prestes a atacar, para que possam tomar mais dano e serem combatidos com os poucos filmes de câmera que o jogo te dá. E aí, você aponta a câmera para ver o fantasma chegando cada vez mais perto, e mais perto…

Bom, basicamente essa é a premissa da série Fatal Frame. No segundo game da franquia, controlamos as irmãs Mio e Mayo Amakura, enquanto elas têm que descobrir os segredos por trás de uma cidade fantasma, onde um antigo ritual falhou e acabou causando sua ruína. Espere um terror tipicamente japonês, e prepare-se para suar frio enquanto aguarda os fantasmas caminharem para perto de você.

Outros jogos da série que valem a pena experimentar: Fatal Frame, Fatal Frame IV.

Parasite Eve – PS1

Parasite Eve
Fonte: Square Enix

Um jogo que não fornece muitos sustos, mas que possui muitas cenas grotescas e bem feitas, tudo isso em uma gameplay que mistura Survivor Horror com RPG. Com certeza, esse é um dos jogos mais diferentes já feitos, e é um clássico do PlayStation 1 que merece ser conhecido e revisitado, vindo das mãos de uma das empresas mais importantes do ramo, a Square Co., hoje conhecida como Square Enix.

Na história somos Aya Brea, uma policial que vai a um teatro em Nova Iorque para ver uma peça. No meio dela, pessoas começam a entrar em combustão espontânea, mas ela sobrevive e parte em busca de respostas. Parasite Eve possui uma história impressionante e uma gameplay muito diferente, enquanto apresenta algumas das cenas de transformações de criaturas mais bizarras e bonitas que um jogo da época poderia reproduzir.

Outros jogos da série que valem a pena experimentar: Parasite Eve 2.

Dead Space – PS3 / PC / Xbox 360

Dead Space
Fonte: Electronic Arts

Estávamos já há algum tempo sem um jogo de terror que abalasse as estruturas do gênero. Foi então que Dead Space chegou e mostrou como a fórmula do Survivor Horror poderia receber uma repaginada muito bem-vinda e se atualizar, enquanto ainda mantinha as raízes e assustava até os gamers mais experientes.

No jogo controlamos Issac Clarke, um engenheiro que precisa sobreviver a seres grotescos chamados de Necromorphs. As inovações de Dead Space são várias: os menus e informações sobre sua vida e munição são incluídos no mundo do jogo, o inventário não pausa o jogo, e a forma de combater os inimigos não é o clássico “atire na cabeça”, você tem que desmembrar os inimigos para que eles não voltem a incomodar. Sem medo de ser violento, e com sustos bem aplicados a cada momento, Dead Space definitivamente não é para os de coração fraco.

Outros jogos da série que valem a pena experimentar: Dead Space 2.

Dino Crisis – PS1

Dino Crisis
Fonte: Capcom

A Capcom na era do PlayStation 1 estava com tudo, lançando vários clássicos que são lembrados até hoje. Para provar que podiam fazer mais do que apenas Resident Evil quando o assunto era terror, eles lançaram em 1999 o clássico Dino Crisis. Longe de ser apenas um “Resident Evil com dinossauros”, ele apresentou diversas novidades, como os inimigos muito mais inteligentes, capazes de abrir portas, fingirem-se de mortos, causar sangramentos, e muitas outras novidades.

Além disso, o jogo possui alguns dos puzzles mais complicados da época do PS1, perdendo apenas para Silent Hill neste quesito, sem contar que a quantidade deles era enorme. Se você deseja variar um pouco o tipo de monstro que quer enfrentar nesse Halloween, nada melhor do que os dinossauros de Dino Crisis.

Outros jogos da série que valem a pena experimentar: Dino Crisis 2.

Rule of Rose – PS2

Rule of Rose
Fonte: Atlus

Existem jogos que começam com um mistério que aos poucos vai se resolvendo, e existem alguns que você termina várias vezes e ainda fica com dúvidas se realmente entendeu o que ele queria dizer. Rule of Rose definitivamente é um desses games, na qual cenas aparentemente desconexas se misturam a cenários que variam a todo momento em várias épocas diferentes da vida de nossa protagonista.

Se a história é confusa, é a atmosfera do game que o mantém grudado ao controle a todo momento. Controlamos Jennifer e seu cachorro Brown, seu melhor companheiro durante toda a aventura, enfrentando inimigos e passando pelas provações cruéis de um grupo de meninas intitulado Red Crayon Aristocrats. Se você não entendeu nada, não se preocupe, sua história é de fato confusa e cheia de cenas que até entendemos, mas preferimos não entender. Pesado, aterrorizante e tocando em temas delicados e tabus, Rule of Rose é um clássico que merece ser relembrado.

Eternal Darkness: Sanity’s Requiem – GameCube

Eternal Darkness
Fonte: Nintendo

Alguns jogos de terror se destacam por serem violentos, ou por terem histórias pesadas, ou até por representarem monstros famosos da ficção. Mas tem os que se destacam por sua criatividade, e esse é o caso de Eternal Darkness, um exclusivo do GameCube cuja fama se estende até hoje.

Sua premissa é bem simples, e gira em torno de um livro de pele e ossos humanos (claro) e viagens através das eras. Seu destaque mesmo é o fato de que controlamos diversos personagens, com armas e poderes diferentes, e o sistema de sanidade. Esse sistema é medido em uma barra e, quando ela abaixa muito, vários efeitos podem acontecer: o volume de sua TV “abaixa” sozinho, seu personagem perde a cabeça (literalmente), o jogo diz que vai apagar seu memory card, sons de alguém batendo na porta acontecem, e muitos e muitos outros efeitos podem ocorrer para te assustar. Apague as luzes, sente-se perto da TV e jogue esse na madrugada, será uma experiência inesquecível. Infelizmente, o jogo nunca ganhou uma sequência.

Clock Tower – SNES

Clock Tower
Fonte: Human Entertainment

Se você pensa que, por ser um videogame antigo, o Super Nintendo não pode fornecer uma experiência digna de terror, pense de novo. Clock Tower é um jogo Point and Click lançado em 1995, e mostra uma série de eventos aterrorizantes em que suas escolhas podem ditar muitos finais diferentes.

Com personagens e história fortemente baseadas em clássicos de terror do diretor italiano Dario Argento, como Phenomena, no jogo controlamos Jennifer Simpson, uma jovem que é adotada, junto com outras garotas, por um milionário. Ao chegar na mansão, logo todos desaparecem e você tem que descobrir o que aconteceu com eles, enquanto foge de um homem com uma tesoura gigante que, dependendo de suas escolhas, vai matar suas amigas uma a uma. Sem armas para se defender, você vai contar apenas com sua inteligência para descobrir o mistério e se esconder do assassino.

Outros jogos da série que valem a pena experimentar: Clock Tower 3.

Splatterhouse – TurboGrafx-16

Splatterhouse
Fonte: Namco

Uma homenagem aos filmes de terror lançada para os arcades e em um console que não fez muito sucesso no Brasil, mas que merece ser redescoberto. Splatterhouse é imediatamente reconhecido pelos fãs de terror, afinal, logo de cara o personagem principal está com a máscara que Jason usa a partir de Sexta Feira 13 – Parte 3.

No jogo, controlamos um homem que encontra uma máscara misteriosa que concede poderes para que ele lute contra os monstros horrendos de uma mansão, para salvar a sua namorada que foi sequestrada pelas forças do mal. Visceral e polêmico para sua época, Splatterhouse é um clássico que vale a pena ser conferido.

Outros jogos da série que valem a pena experimentar: Splatterhouse 2, Splatterhouse 3.

Outlast – PC / PS4 / Xbox One / Nintendo Switch

Outlast
Fonte: Red Barrels Studio

Talvez o melhor exemplo de um game em que o seu protagonista é alguém indefeso, e pode apenas fugir e se esconder de seus inimigos, Outlast fez um merecido sucesso e continua angariando novos fãs até hoje. Sua premissa é até simples: um jornalista chamado Miles Upshur vai até um hospital psiquiátrico atrás de investigar denúncias sobre o local. Munido de uma câmera com visão noturna, ele entra no lugar. O problema será sair.

Existem muitos motivos do porquê Outlast é aterrorizante: você não enxerga nada sem a visão noturna de sua câmera, e ela é movida a pilhas que acabam, os loucos espalhados pelo local nem sempre lhe atacam, então você nunca sabe quem vai ou não partir para cima de você, e o jogo não tem medo de ficar no limite do aceitável com sua violência. Espere muito desespero enquanto corre por sua vida para tentar fugir do local.

Alien: Isolation – PC / PS3 / PS4 / Xbox 360 / Xbox One

Alien
Fonte: Sega

Não é preciso dizer o que Alien, a série de filmes, representa para o cinema de terror. Ele é um dos filmes mais famosos de todos os tempos, e merece a fama que tem. Pensando nisso, a Creative Assembly decidiu prestar uma justa homenagem, e o sucesso da empreitada foi absoluto, chegando tanto para a geração PS3 e 360 quanto para a geração PS4 e One, bem como para PCs.

Controlando Amanda Ripley, filha da heroína do filme original, Alien: Isolation consegue com maestria passar todo o clima que o filme possuía. A nave é suja e opressora, com aquele clima de “Futuro dos anos 80” em todo local, mas a estrela do game é o Alien, que usa uma inteligência artificial muito avançada para que o monstro pareça vivo. Sem programação pré-definida, ele age por instinto, investiga barulhos, procura por você e age como um verdadeiro animal em busca de sua presa. Jogar Alien: Isolation é uma das experiências mais tensas que um jogo de terror pode proporcionar.

P.T. – PS4

PT Silent Hills
Fonte: Konami

Tudo bem, colocar P.T. nessa lista pode ser considerado um pouco fora das regras, já que tecnicamente ele é um jogo da série Silent Hill disfarçado. Mas convenhamos que é impossível fazer uma lista de jogos de terror sem citá-lo. Vindo como um mistério completo que precisou do esforço de várias pessoas ao redor do mundo para ser desvendado, P.T. era um playable teaser do que iria se tornar o reboot da lendária franquia. De qualquer forma, ele é ótimo pelos seus próprios méritos e marcou o PS4.

Controlamos uma pessoa presa em uma casa, onde existe apenas um corredor, um banheiro e mais nada. Cada vez que passamos pela porta no fim do corredor, ressurgimos no começo dele. E é apenas isso, impossível ser mais simples. Porém, os eventos aterrorizantes acontecem a todo momento, e pior, são aleatórios. Não demora muito para que você não queira mais virar o corredor, e sinta que tem alguém te seguindo, respirando bem perto de você. Mas não vou contar spoilers, apenas deixo a recomendação desse clássico moderno do terror.

E esses foram os jogos. E então, gostou das escolhas? Mudaria algum jogo? Faça sua lista nos comentários também. E continue acompanhando nossas redes sociais para conferir as novidades. Até a próxima e Happy Halloween!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES

O primeiro PS5 do KaBuM! pode ser seu

Confira as últimas novidades do console e participe da promoção “Esse PS5 é Meu” para ganhar o primeiro exemplar do produto no KaBuM!

Vem aí o PlayStation 5

Com lançamento previsto para o final de 2020, as expectativas dos gamers para a chegada do novo console da Sony são grandes. Confira!

Conheça o ROG Phone 3, lançamento da Asus

Smartphone apresentado pela marca nesta semana conta com Snapdragon 865 Plus e até 16 GB de RAM.

Monitores de 360Hz para as novas gerações de GPUs

360Hz é a promessa das placas de vídeo da nova geração. Mas, qual o impacto disso na hora de jogar?