Início Tecnologia O fim de uma era: Mastercard vai abolir a tarja magnética dos...

O fim de uma era: Mastercard vai abolir a tarja magnética dos cartões

Tecnologia dos anos 60 ainda é usada, mas Mastercard diz que a tarja magnética dos cartões vai desaparecer completamente em 2033

Muita gente – principalmente os mais novos – sequer sabe que ela exista ou muito menos para quê serve. Depois da popularização dos chips nos cartões de débito e crédito e, mais recentemente, com a tecnologia de pagamento por aproximação, as tarjas magnéticas se tornaram praticamente obsoletas. Assim, a Martercard é a primeira emissora a anunciar o fim das tarjas magnéticas nos cartões, uma tecnologia com mais de 60 anos.

Segundo a empresa de meios de pagamento, a transição está programada para começar em 2024, quando a tarja magnética já não vai ser mais necessária em novos cartões emitidos na Europa. Nos Estados Unidos, como a adoção de pagamentos com chip tem sido mais devagar, a transição vai começar só em 2027. Aí, a partir de 2029, nenhum novo cartão de débito ou crédito Mastercard virá mais com tarja magnética e elas desaparecerão completamente em 2033.

O fim de uma era: Mastercard vai abolir a tarja magnética dos cartões
Criada em 1960, tarja magnética deixará de ser usada definitivamente em 2033 – Imagem: Mastercard

As tarjas magnéticas dos anos 60

Criada em 1960, a tarja magnética foi um enorme avanço nos meios de pagamentos – que antes usavam uma máquina de impressão manual para registrar os detalhes do cartão. Faz tempo!

O fim de uma era: Mastercard vai abolir a tarja magnética dos cartões
Há muito tempo, registro dos dados do cartão era feito com máquinas como estas, de impressão manual – Imagem: Shutterstock

Na década de 90, a introdução dos chips nos cartões trouxe uma nova realidade para a segurança do formato de pagamento. Aliás, ainda hoje, mais de 30 anos depois, 86% das transações pessoais com cartão em todo o mundo usam chips.

Agora, mais recentemente – e que ganhou muita força por consequências da pandemia – são os pagamentos por aproximação; seja usando o próprio cartão com tecnologia NFC, que permite a troca de dados segura por proximidade, ou através dos smartphones que levam as informações do cartão com segurança.

Pandemia alavancou os pagamentos por aproximação – Imagem: Naipo De / Unsplash

Segundo a Mastercard, a quantidade de transações sem contato aumentou em 1 bilhão no primeiro trimestre de 2021, na comparação com o ano passado. Em todo o mundo, 45% dos pagamentos em pessoa no segundo trimestre do ano foram sem contato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES