Início Smartphones Oi? LG quer vender iPhones e deixa Samsung irritada

Oi? LG quer vender iPhones e deixa Samsung irritada

Saindo do mercado, a LG quer preencher espaço de lojas físicas com celulares Apple, mas pode ter problemas com concorrente

A saída da LG do mercado de smartphones tem dado o que falar. Além de toda a questão de como fica o suporte aos últimos celulares lançados pela marca, a empresa também precisou decidir o que fazer com o espaço vago em suas lojas físicas. Sua decisão, no entanto, pode trazer dores de cabeça para um de seus concorrentes, a Samsung.

Isso porque, desde que bateu o martelo em relação a deixar o setor mobile, a LG engatou uma amizade intensa com a Apple. Primeiro, permitindo que a Apple aceitasse aparelhos LG na compra de iPhones nos EUA, e, agora, vendendo iPhones em sua própria rede de varejo na Coreia do Sul.

De olho na LG

Se olharmos pelo lado prático da coisa, a estratégia faz todo sentido. Ao todo, a LG tem mais de 400 endereços no país sob a marca Best Shop. Sem os celulares da casa, há espaço – e demanda do público – por novos produtos do mesmo segmento.

O problema é que, como pleiteado pela Samsung, as duas fabricantes sul-coreanas tinham um acordo que só poderiam vender dispositivos mobile de suas próprias marcas nas lojas de cada uma delas.

A LG acredita, no entanto, que sua saída do mercado é razão suficiente para mudar as regras do jogo – o que parece ser bastante razoável. O problema para a Samsung é que, se essa parceria for para frente, a marca pode se ver ainda mais ameaçada em sua terra natal.

Samsung contra o mundo

Com o iPhone 12, a Apple conquistou a dianteira no nicho de smartphones 5G, com quase 30% do mercado. A dona dos aparelhos Galaxy fica bem para trás, na quarta colocação, e pode ver a diferença se ampliando com a chegada do iPhone 13 nas lojas da concorrente.

Rumores indicam que a Samsung está tentando interceder no negócio ao pressionar as principais operadoras de telefonia sul-coreanas a venderem seus aparelhos nas Best Shops da LG.

Ao que parece, deixar uma comissão de suas vendas com a concorrente local não é tão ruim quanto dar ainda mais vantagens a um gigante global.

Fonte: TechSpot

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES