Início Produtos Intel lança processadores da 11ª geração com foco em games

Intel lança processadores da 11ª geração com foco em games

Nova linha de processadores Intel mostram que é possível ter um ganho de performance de até 19% em games e outras tarefas

A Intel anunciou nesta terça-feira (16) os processadores Intel Core da 11ª geração para desktops série K. A nova linha, com codinome Rocket Lake, traz melhorias de performance e mudanças bem úteis, que ajudarão principalmente o público gamer a rodar seus jogos favoritos com mais qualidade e performance.

Os processadores da Intel da 11ª geração série K englobam modelos que vão do i5 ao i9, sendo que a série K é a que permite overclocks e a série KF vem sem uma solução de vídeo integrada.

Alguns processadores possuem recursos extras novos, que podem ser conferidos na tabela abaixo:

Intel

Todos os processadores acima oferecem excelente performance para games e outras atividades do dia a dia, e fazer a escolha certa ajuda extrair o potencial máximo de cada modelo.

As recomendações de uso para cada processador Intel Core

  • Processadores Intel Core i5 – Otimizados para tarefas single core e com clocks altos o suficientes para rodar jogos;
  • Processadores Intel Core i7 – Recomendados para quem procura altas taxas de quadros e pretende gravar gameplays ou fazer transmissões ao vivo;
  • Processador Intel Core i9 – Com clocks mais altos para seus núcleos, esta é a opção certa para os criadores de conteúdo.

Intel
Imagem: Intel

Menos ajustes na BIOS para clocks altos

Os processadores da Intel possuem uma velocidade de clock padrão e uma velocidade de turbo boost. Já assim como aponta a tabela acima, alguns processadores da nova geração vêm com suporte ao “Thermal Velocity Boost”, uma tecnologia que permite o aumento da frequência do núcleo sempre que a temperatura do processador e o Turbo Budget permitirem.

Não apenas isso, a tecnologia Intel® Turbo Boost Max 3 também é capaz de identificar os núcleos mais rápidos dos processadores para direcionar melhor as cargas de trabalho críticas, o que sempre garante que as tarefas sejam executadas com mais velocidade.

Outra parte boa é que essas duas novas tecnologias funcionam a partir do momento em que o processador foi instalado, ou seja, nada de ativação manual ou ajustes na BIOS.

Ganho de performance em jogos e outras tarefas

Os testes realizados pela Intel ao comparar os processadores Intel Core i9-11900K com o i9-10900K mostram que é possível ter um ganho de performance de até 19%. Na sua nova linha de processadores, a Intel investiu bastante no “Intel Deep Learning Boost”, tecnologia que usa inteligência artificial para otimizar a performance de software e hardware.

Tudo isso, é claro, funciona em conjunto com as novas tecnologias suportadas nesta geração como memórias DDR4 3200, PCIe 4.0 com 20 trilhas, USBs 3.2 integradas e a compatibilidade com dispositivos Intel Optane com suporte a memória H20 e SSD.

Intel
Imagem: Intel

Em relação à conectividade, a Intel também aprimorou o suporte ao Wi-Fi 6, que nesta nova geração é capaz de atingir velocidades de transferência até 3 vezes maiores quando comparado ao padrão 802.22ac.

Intel® UHD Graphics também está mais eficiente

Outra parte que também recebeu uma atenção especial nesta geração foi a solução de vídeo integrado dos processadores. Agora, com a Intel UHD Graphics, é possível conectar até 3 monitores 4K com suporte a HDR de forma simultânea via portas HDMI 2.0.

E, na questão de processamento, a solução também passa a contar com melhor suporte a codecs e outros meios de compressão atuais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES