Início Tecnologia IBM diz que criou primeiro chip de 2 nm do mundo

IBM diz que criou primeiro chip de 2 nm do mundo

Segundo a IBM, processadores de 2 nm podem usar 75% menos energia do que os chips de 7 nm para o mesmo desempenho

Um avanço sem precedentes. A IBM afirma ter comprimido 50 bilhões de transistores em um processador do tamanho de uma unha, alcançando assim o primeiro chip de 2 nanômetros do mundo.

Para se ter uma ideia do que isso significa, o nanômetro é a unidade de comprimento equivalente à bilionésima parte de um metro – em termos de comparação, uma folha de papel tem aproximadamente 100 nanômetros de espessura.

Segundo a empresa, o avanço significa que os fabricantes de processadores poderão garantir um ganho de até 45% no desempenho usando a mesma energia dos atuais chips de 7 nm – ou ainda economizar até 75% de energia para manter a mesma performance atual.

O esperado, de acordo com a IBM, é que os futuros processadores com arquitetura de 2 nm trabalhem no meio dessas possibilidades, equilibrando – ao mesmo tempo – melhor eficiência energética com melhor desempenho.

Um close-up de um wafer de 2 nm fabricado nas instalações da IBM Research em Albany, com chips individuais visíveis a olho nu. Cortesia da IBM.
Um close-up de um wafer de 2 nm fabricado nas instalações da IBM com chips individuais visíveis a olho nu – Imagem: IBM

O significado dos 2nm na tecnologia

Veja alguns exemplos do que a nova arquitetura alcançada pela IBM pode trazer para o nosso dia a dia. Por exemplo: um celular com processador baseado em 2 nm poderá ter até quatro vezes a duração de bateria dos atuais modelos com chips de 7 nm.

IBM diz que criou primeiro chip de 2 nm do mundo

Notebooks, além de maior duração da bateria, também ganharão mais performance, enquanto os veículos autônomos detectariam e reagiriam a objetos mais rapidamente, de acordo com a IBM.

A empresa diz ainda que a tecnologia também vai favorecer a eficiência energética de data centers, exploração espacial, inteligência artificial, 5G e 6G e computação quântica.

IBM sai na frente de seus concorrentes

No ano passado, a TSMC – fabricante dos processadores M1 e A14, da Apple – se igualaram ao Kirin 9000, da Huawei, como os primeiros chips de arquitetura de 5 nm. Qualcomm e AMD usam chips de 7nm da TSCM, ainda que o Snapdragon 888 seja produzido com tecnologia de 5 nm da Samsung.

Já a Intel dificilmente deve lançar processadores de 7 nm antes de 2023; hoje a empresa trabalha com chips de 10 nm e 14 nm. Atualmente, a TSMC já trabalha no desenvolvimento de um processo de 2 nm, mas só em 2022 vai iniciar a produção dos processadores de 4 nm e 2 nm.

De qualquer forma, ainda não está claro quando esses processadores de 2 nm da IBM chegarão ao mercado, afinal, anunciar a tecnologia e produzir em massa esses chips são dois desafios diferentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES