Início Tecnologia Fundadores de bolsa de criptomoedas desaparecem após ataque hacker que roubou bilhões

Fundadores de bolsa de criptomoedas desaparecem após ataque hacker que roubou bilhões

Caso o dinheiro não consiga ser recuperado, esse pode ser o maior roubo de criptomoedas da história, já que sumiram US$ 3,6 bilhões

Após o desaparecimento de dois irmãos associados a uma das maiores bolsas de criptomoedas da África do Sul, investidores podem ter perdido quase US$ 3,6 bilhões em Bitcoin.

Segundo a Bloomberg, um escritório de advocacia da Cidade do Cabo afirma que não consegue localizar Ameer e Raees Cajee, fundadores da Africrypt. Em abril, a empresa disse a seus investidores que foi vítima de um ataque hacker.

Na ocasião, a companhia solicitou que o acontecido não fosse relatado às autoridades, já que isso “desaceleraria” o processo de recuperação do dinheiro roubado.

Alguns dos envolvidos com a empresa de criptomoedas então contrataram a Hanekom Attorneys, escritório que afirma não ter encontrado os irmãos, para investigar o incidente. No entanto, eles descobriram que alguém havia retirado os fundos da Africrypt das contas locais e as transferiu para outras.

Criptomoedas
Foto: Worldspectrum/Pexels

“Os funcionários da Africrypt perderam acesso às plataformas de back-end sete dias antes do suposto hack”, disse o escritório à Bloomberg. A empresa então tentou ligar para os irmãos e esclarecer a questão, mas afirma que suas tentativas caíram na caixa postal.

A grande questão é que a criptomoeda não é considerada um produto financeiro do país. Por conta disso, não é possível abrir uma investigação formal do incidente.

Caso o dinheiro não consiga ser recuperado, essa será a maior perda de criptomoedas da história, superando facilmente os 200 milhões de dólares canadenses que sumiram quando o fundador da bolsa QuadrigaCX morreu em uma viagem para a Índia.

Via: Engadget

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES