Início Hardware Tenha paciência: escassez de chips deve durar até 2023

Tenha paciência: escassez de chips deve durar até 2023

Executivo de uma das principais fabricantes europeias de chips diz que normalização do setor ainda vai levar tempo

Tudo indica que a falta de suprimentos que assola o mercado de semicondutores há mais de um ano pode não acabar tão cedo. De acordo com o CEO da STMicro, uma das principais fabricantes de chips da Europa, o cenário só deve começar a se normalizar em 2023.

A fala do executivo se alinha com previsões recentes compartilhadas por outras gigantes da indústria, como IBM, Intel e TSMC.

Cadê meus chips?

Todos concordam em um caminho possível para o mercado de chips: um aumento gradual da produção ao longo do próximo ano, seguido de uma volta ao equilíbrio entre oferta e demanda no setor a partir do primeiro semestre de 2023.

Em entrevista à Reuters, Jean-Marc Chery, o chefão da STMicro, explica a gravidade da situação e mostra como a indústria de semicondutores é mais frágil e suscetível a influências externas do que se imaginava.

Reprodução: Laura Ockel/Unsplash

“Não é como no passado, quando todo mundo ficava esperando a Microsoft lançar um novo sistema operacional que iria alavancar a demanda por mais computadores. O que temos agora é uma mudança global”, afirma o CEO.

Isso significa que não só os chips com litografias de 3 nm e 2 nm podem demorar mais do que o esperado para chegar, como também que vai ser necessário um pouco mais de paciência para que tenhamos uma normalização nos estoques de placas de vídeo e consoles como o Nintendo Switch, PlayStation 5 e Xbox Series X/S.

Fonte: PCGamer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES