Início Segurança Cibercriminosos voltam a minerar (e roubar) criptomoedas em 2021

Cibercriminosos voltam a minerar (e roubar) criptomoedas em 2021

Segundo relatório da Kaspersky, número de variantes de mineradores maliciosos de criptomoedas quadruplicou no primeiro trimestre de 2021

O número de variantes de mineradores maliciosos de criptomoedas quadruplicou no primeiro trimestre de 2021. Segundo relatório recém-divulgado pela Kaspersky, a quantidade de modificações únicas passou de 3.815 em fevereiro para 16.934 em março. Os pesquisadores também identificaram a existência de mais de 23 mil novas versões desta ameaça no período.

Esses mineradores são programas maliciosos criados para roubar criptomoedas de dispositivos infectados. Normalmente, são instalados ser que o usuário perceba e atuam desviando lentamente pequenas quantidades de vários tipos de criptoativos.

O ano das criptomoedas

Esse tipo de malware se tornou muito popular em 2018, mas houve uma queda grande em 2020. Agora, eles voltam a atacar…

“É muito cedo para afirmar se a tendência que observamos no primeiro trimestre de 2021 veio para ficar. No entanto, parece que o aumento no valor do Bitcoin e de outras criptomoedas despertou novamente o interesse nos cibercrminosos”, avalia Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky.

Cibercriminosos voltam a minerar (e roubar) criptomoedas em 2021
Número de novas modificações de mineradores no 1º trimestre de 2021 – Imagem: Kaspersky

A Kaspersky também verificou um aumento no número de pessoas que foram alvos de mineradores em 2021: as detecções cresceram de 187.746 em janeiro para 200.045 em março de 2021.

Outras conclusões do relatório são a diminuição no número de usuários alvos de trojans móveis e bancários (desktop), bem como o aumento de ataques de ransomware.

Proteja-se da exposição a mineradores

Para reduzir o risco de exposição a mineradores, a Kaspersky recomenda as seguintes práticas:

  • instale uma solução de segurança no seu computador;
  • use ferramentas que possam detectar vulnerabilidades automaticamente, bem como baixar e instalar as correções;
  • mantenha sempre os softwares atualizados;
  • baixe e instale aplicativos somente de fontes legítimas, como lojas oficiais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES