Início Hardware CPUs AMD Ryzen Zen 3 sofrem com vulnerabilidade de processamento

CPUs AMD Ryzen Zen 3 sofrem com vulnerabilidade de processamento

De acordo com a AMD, não há registro de que a vulnerabilidade tenha sido explorada por cibercriminosos

Há alguns anos, alguns processadores da Intel sofriam com uma vulnerabilidade de segurança chamada Spectre. Trata-se de uma falha em que cibercrimosos conseguem roubar dados dos chips enquanto eles “pensam” antes de realizar uma ação.

O problema preocupou muitos especialistas de segurança na época. No entanto, agora, uma nova versão dessa vulnerabilidade pode ter sido descoberta nos processadores Ryzen Zen 3 da AMD.

De acordo com um documento divulgado pela empresa, uma nova tecnologia implementada pela companhia, chamada Predictive Store Forwarding (PSF), é a responsável por permitir a falha.

O que o recurso faz é prever a relação entre carregamento e armazenamento do sistema, o que melhora o desempenho de execução do código. Na maioria das vezes, as previsões estão corretas, porém, caso o contrário aconteça, o resultado é uma especulação incorreta.

A AMD revela que esse erro pode desencadear algo semelhante ao que foi visto com o Spectre. No entanto, felizmente, a empresa diz que não há registro de nenhum caso em que houve uma exploração do código vulnerável.

Apesar de reconhecer as falhas, a companhia afirma que há muitas vantagens no sistema PSF para as CPUs Ryzen.

Por isso, a AMD recomenda manter o Predictive Store forwarding ativado para obter o melhor desempenho possível. Mesmo assim, quem ficou preocupado com a vulnerabilidade pode desabilitar o PSF.

Via: WCCfTech

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES